rodovia brasil1

5 rodovias mais perigosas do Brasil. Conheça!

Assaltos e acidentes são as situações que mais amedrontam os motoristas que saem pelo Brasil afora, seja a trabalho ou a lazer, dirigindo seus veículos. No país, existem algumas rodovias consideradas mais perigosas e que os motoristas devem tomar cuidado ao passar. Ao dirigir por elas, é importante ficar atento para evitar situações de risco.

No post de hoje, vamos listar as cinco rodovias mais perigosas do Brasil. Acompanhe para ficar informado e saber onde é preciso prestar mais atenção para fugir de situações indesejáveis!

1. BR-222 (Ceará)

O trajeto da BR-222 não é perigoso por completo, mas sim a faixa que vai do quilômetro 0 ao 10. Neste trecho, a Polícia Rodoviária Federal registrou 168 acidentes graves no último ano, com 204 feridos graves e 8 mortes. Devido ao alto número de acidentes dessa região, é sempre indicado evitá-la.

2. BR-101 (Santa Catarina)

Nesta rodovia do sul do Brasil, é importante tomar cuidado entre os trechos dos quilômetros 210 e 220. Nesta região, foram registrados 79 acidentes graves com o mesmo número de pessoas feridas e 12 óbitos. Nesta mesma rodovia, um pouco antes, entre os quilômetros 200 e 210, os resultados foram ainda piores: 130 acidentes, com 139 pessoas feridas.

3. BR-101 (Espírito Santo)

A mesma rodovia BR-101 vai até o Espírito Santo, onde o trecho entre os quilômetros 260 e 270 também estão entre os mais perigosos do Brasil. Nesta área, foram registrados 115 acidentes, com 11 mortes e 138 pessoas feridas.

4. BR-316 (Pará)

Nesta região do norte do Brasil, do quilômetro 0 ao 10, foram registrados 90 acidentes, com 9 pessoas que foram a óbito e 94 pessoas feridas. É sempre recomendado desviar o caminho ou evitar passar por essa parte da rodovia paraense.

5. BR-202 (Espírito Santo)

O estado aparece novamente na lista das rodovias mais perigosas do Brasil, desta vez na BR-202, no quilômetro que vai do 0 ao 10. Neste trecho da estrada, foram 83 acidentes graves, registrando 93 pessoas feridas e 3 óbitos.

Ao dirigir na estrada, a segurança deve vir sempre em primeiro lugar. Preste atenção ao volante, não seja distraído por conversas com os passageiros e mantenha a direção defensiva para estar sempre pronto para realizar manobras com segurança e impedir acidentes. Usar o cinto de segurança, respeitar a sinalização e a velocidade do local também são fatores que diminuem muito o risco de acidentes, principalmente nas estradas citadas acima e eleitas as mais perigosas do Brasil.

Muitas dessas estradas também não possuem acostamentos nem segurança necessária para que o veículo possa parar. Portanto, evite parar em qualquer rodovia, reduzindo assim o risco de assaltos e até acidentes mais graves por conta de outros fatores como neblina ou a falta de visibilidade dos outros motoristas. Prezar pela segurança de seus passageiros e dos outros motoristas pode garantir a diminuição das estatísticas tão altas nessas rodovias mais perigosas do Brasil.

Posts Relacionados
disponibilidade frotas
A importância de se controlar a disponibilidade dos veículos da frota
Os_maiores_desafios_na_gestão_da_cadeia_de_suprimentos.jpg.jpeg
Os maiores desafios na gestão da cadeia de suprimentos
4_dicas_de_gestão_de_frotas_para_melhorar_a_eficiência_e_reduzir_custos.jpg.jpeg
6 dicas de gerenciamento de frotas para melhorar a eficiência e reduzir custos

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web