Não é à toa que o motor é conhecido como o “coração do carro”. Afinal, é nele que estão as peças e os mecanismos fundamentais para o funcionamento da máquina. Em vista disso, é preciso ter muito cuidado para que ele esteja sempre em boas condições, especialmente se o automóvel não for novo. 

Neste post, vamos mostrar como checar o motor do carro, explicando o que é preciso ser avaliado para evitar problemas futuros e quais as maneiras de identificar problemas. Acompanhe!

Indicativos de que o motor está com problemas 

Alguns indícios de que o motor está com problemas podem passar desapercebidos. São pequenos sinais que parecem não ter importância, mas que podem acarretar complicações bem sérias no futuro. Confira: 

Fumaça escura

Se a fumaça que sai do escapamento estiver muito escura, pode ser que haja ocorrência de carbonização no catalisador do motor ou da queima de óleo nas válvulas.

Consumo alto de combustível

Se o carro estiver consumindo mais combustível do que o normal, isso pode indicar problemas com as velas, os cabeçotes ou mesmo sujeira no filtro de ar do motor.

Vazamento de óleo

O vazamento de óleo pode acarretar no aparecimento de barulhos do motor e também diminuir o tempo de vida útil de algumas peças.

Motor “engasgando”

Se o motor estiver com dificuldade em dar a partida, falhando ou “engasgando”, pode ser que o combustível que vem sendo utilizado seja de má qualidade ou adulterado.

Checklist para checar o motor do carro

Além de ficar de olho nas anormalidades apresentadas pelo veículo, é importante também fazer revisões preventivas das peças do motor. Isso porque algumas delas podem continuar funcionando, mesmo desgastadas ou com problemas. Pensando nisso, fizemos uma checklist das principais peças que precisam ser verificadas constantemente: 

Freios

O fluido de feio deve ser substituído uma vez por ano. Além disso, os discos de freio, tambores e as pastilhas precisam ser avaliados a cada 10 mil quilômetros.

Troca de óleo

Deve ser trocado, em média, a cada 10 mil quilômetros rodados ou a cada seis meses (o que ocorrer primeiro).

Sistema de arrefecimento

Deve ser feita uma limpeza no sistema a cada 30 mil quilômetros.

Filtro de ar

A troca do sistema de filtragem é feita, geralmente, uma vez por ano. Mas isso depende também da utilização do carro.

Filtro de combustível

Deve ser trocado entre 10 mil e 15 mil quilômetros.

Velas

Devem ser trocadas de acordo com a data estabelecida pela montadora, entre 15 mil a 100 mil quilômetros. A troca é obrigatória, mesmo que elas estejam aparentemente funcionando normalmente.

Vale ressaltar que essas são informações gerais de troca, que podem ser alteradas de acordo com o modelo do carro. Por isso, é imprescindível confirmar os períodos de avaliações e substituições das peças do motor no manual do proprietário. 

Por fim, é preciso entender que checar o motor do seu carro não é apenas um cuidado básico para o funcionamento do veículo, mas também um procedimento essencial para garantir a sua segurança. Portanto, não deixe de fazer as revisões preventivas! 

Quer receber mais conteúdos relacionados ao tema do post de hoje? Então assine nossa newsletter para enviarmos as novidades do nosso blog em primeira mão!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *