estrada brasil3

Qual é o panorama atual da infraestrutura do transporte no Brasil?

Quem trabalha com logística sabe que a realidade da infraestrutura de transporte no Brasil não é nada boa. As estradas estão mal conservadas, os portos e os aeroportos funcionam mal, muita burocracia envolve a área e pouquíssimos investimentos são feitos para mudar essa realidade.

Quer entender melhor o panorama atual da infraestrutura no Brasil  e como isso pode afetar o seu negócio? Continue lendo!

Entenda melhor a realidade

Rodoviária

A malha que está sob responsabilidade federal abrange mais de 118 mil quilômetros, segundo dados do próprio Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, o DNIT. De tudo isso, no entanto, somente pouco mais da metade é asfaltada — das quais a maior parte é de pista simples, ou seja, tem mão única.

Segundo o órgão oficial do governo, cerca de 50% das rodovias federais estão em bom estado, 35% tem um perfil regular/aceitável e 15% delas estão em más condições e precisam ser revitalizadas. Vale lembrar que o Brasil conta ainda com mais de 250 mil quilômetros de rodovias estaduais.

Ferroviário

O sistema ferroviário não é o forte do Brasil. Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o Brasil tem pouco mais de 30 mil quilômetros de ferrovias em operação. Ainda assim, o sistema é o maior da América Latina, considerando a quantidade de carga que é transportada anualmente. 

Aeroportos

O Brasil conta hoje com mais de 700 aeroportos públicos aptos para funcionamento. Em média, 150 deles recebem voos regulares, número bem abaixo do que seria ideal para atender à nossa população.

Hidrovias

As hidrovias são mais uma opção de se locomover no país e hoje existem cerca de 37 mil quilômetros navegáveis de rios no Brasil. O sistema, no entanto, ainda é muito desorganizado.

O Brasil conta com 37 portos públicos (marítimos e fluviais) que movimentam mais de 90% das exportações no país. Desse total, boa parte dos portos está sob controle de terceiros — muitos estão arrendados, concedidos ou com autorização dos governos para operar através da iniciativa privada.

Situação econômica

Como é de se esperar, a situação econômica delicada pela qual passa o Brasil nos últimos meses afeta diretamente os investimentos em infraestrutura de transporte. Alguns países desenvolvidos ou em desenvolvimento, por exemplo, investem de 8 a 10% do seu PIB na logística dos transportes. Nada mais justificável, já que ele é um dos grandes responsáveis para o crescimento de um país, potencializando as exportações e fazendo com que a balança comercial fique favorável.

No caso do Brasil, apenas 0,8% do PIB é investido na infraestrutura de transporte — o último nesse quesito entre os BRICS. O resultado disso é a falta de competitividade para o país, que tem dificuldades enormes no transporte de carga e no abastecimento interno. Com isso, as empresas precisam aumentar os preços e o cliente final tem que pagar mais caro pelo que consome.

Como isso afeta minha empresa?

Praticamente todas as empresas são afetadas pela crise e pelas más condições da infraestrutura de transporte no Brasil. Afinal, como lidar com a logística nesse cenário? Com a inflação e a falta de qualidade e segurança das estradas, o transporte de cargas tem ficado cada vez mais caro, uma vez que as empresas frequentemente se veem obrigadas a contratar serviços de seguradoras e a buscar por alternativas em deslocamento de mercadorias.

Depois desse apanhado sobre a real situação de infraestrutura no Brasil, você já sabe que a situação não é das melhores. É nosso papel lutar por melhorias nos meios de locomoção para que possamos trafegar com mais segurança e otimizar a distribuição de cargas pelo país. 

Ficou com alguma dúvida? Quer compartilhar a sua opinião sobre o assunto? Deixe um comentário abaixo!

Posts Relacionados
saiba-quais-sao-as-tendencias-do-gerenciamento-de-frota.jpeg
Saiba quais são as tendências do gerenciamento de frota
frota leves 2
Conheça as vantagens dos veículos utilitários leves para a logística
logística integrada1
Logística integrada: o que é e quais são seus benefícios
log reversa4.1
Por que a sua empresa precisa adotar a Logística Reversa

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web