Entenda por que a logística é o melhor remédio contra a crise

Juros altos, inflação, perda do poder de compra, desemprego e dificuldade de crédito são apenas alguns dos principais cenários que a economia encara durante uma crise. O resultado no seu negócio tende a ser a queda das vendas, estagnação do crescimento e até mesmo o surgimento de dificuldades financeiras, como os prejuízos.

Embora seja um momento delicado, há um remédio potente contra essa situação para as empresas que possuem frotas de veículos: a logística bem feita. Se praticada da forma correta, a estratégia logística pode gerar impactos positivos para seu negócio e ajudá-lo a driblar a crise mais facilmente. Entenda como isso é possível!

Melhor logística leva a uma redução de custos

Um dos pontos mais importantes que fazem com que a logística seja o melhor remédio contra a crise é o fato de que ela pode levar a uma redução significativa de custos.

Isso acontece graças ao controle de gastos com combustíveis, ao planejamento de manutenção e à otimização de rotas, por exemplo. O uso de soluções tecnológicas, como softwares de gestão e de monitoramento, também gera impactos positivos ao tornar a logística mais barata, eficiente e prática.

Processos se tornam otimizados

A logística também tem o papel de tornar os processos otimizados como um todo. Na gestão da cadeia de suprimentos em geral, uma boa logística leva a um abastecimento constante e a uma produção contínua graças à boa gestão logística.

Para os transportadores, especificamente, utilizar boas práticas logísticas faz com que o ato de levar o produto da empresa até o cliente, seja ele o consumidor final ou não, se torne melhor e mais assertivo. Isso gera mais qualidade e também está diretamente relacionado à diminuição dos custos em geral.

Os níveis de competitividade aumentam

Durante uma crise, para se manter no mercado é importante que sua empresa apresente um diferencial. Se ela não conseguir se destacar dos concorrentes, que desejam igualmente resultados melhores, há riscos de ela ficar para trás e não sobreviver a esse momento de instabilidade. Para vencer os concorrentes, é preciso ter competitividade para atrair e convencer os clientes a fazerem negócios com sua empresa.

Onde entra a logística nisso? Simples: os processos logísticos, quando bem elaborados e executados, podem gerar mais qualidade associada a custos menores. Se o transporte fica mais barato, o produto ou serviço final também pode ficar mais barato. Juntos, esses fatores elevam a competitividade do seu negócio e fazem com que a logística seja um ótimo remédio contra a crise.

A satisfação do cliente alcança níveis mais elevados

Clientes satisfeitos normalmente se tornam clientes fidelizados, os quais possuem um impacto direto na empresa. Sobre isso, dados apontam que aumentar a fidelização de clientes em 5% pode aumentar a lucratividade da empresa em 75%. Por isso, a logística é o melhor remédio contra a crise porque aumenta a satisfação dos clientes da sua empresa.

Com entregas mais rápidas, mais baratas e mais flexíveis, o cliente percebe um valor agregado ao seu produto e se torna mais inclinado a consumir, inclusive de maneira recorrente. Como resultado, sua empresa consegue crescer – ou, ao menos, se manter – mesmo na crise.

Investir em logística durante a crise é investir na sobrevivência e mesmo no fortalecimento do seu negócio. Nesse sentido, a logística é o melhor remédio contra a crise porque reduz custos, aumenta a qualidade dos serviços e, com isso, melhora a competitividade e também a satisfação dos clientes.

Como você tem usado a logística a favor do seu negócio? Compartilhe as suas experiências nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *