Como criar um treinamento para motoristas em sua gestão de frota

Publicado por Softruck in June 15, 2016

Tempos atrás, motoristas de frotas eram contratados sem grandes exigências técnicas e comportamentais. Atualmente, com o mercado cada vez mais competitivo e a busca pela maximização de resultados, o treinamento para motoristas é indispensável.

O treinamento voltado para motoristas tem como objetivo sensibilizar esses profissionais para questões importantes como otimização do tempo das viagens, multas, desgastes do veículo, saúde do motorista, segurança na condução, além da confiabilidade para prestação dos serviços.

Para realizar um treinamento para motoristas, a gestão de frota precisa identificar seus objetivos e cruzá-los com as necessidades dos motoristas. Separamos para você dicas de como criar um treinamento para motoristas em sua gestão de frotas. Confira!

Identifique as principais necessidades

Através de entrevistas individuais e coletivas você poderá fazer o levantamento das principais necessidades da equipe e das questões que precisam ser trabalhadas para aumentar a performance da empresa. Essas questões podem ir de quesitos comportamentais a situações práticas como direção defensiva, direção econômica, prevenção e gerenciamento de riscos.

Fale a linguagem da equipe

Após identificar as necessidades do treinamento, procure estruturá-lo com uma linguagem próxima ao seu público, sendo claro, objetivo e direto. O melhor a se fazer é investir em treinamentos mais curtos e práticos, de modo que os temas abordados possam ser adotados pelos motoristas de maneira natural.

Estatísticas complexas em planilhas de Excel, termos técnicos ou análises muito aprofundadas dificilmente vão sensibilizar os motoristas. Fale a linguagem do seu colaborador e maximize as chances de fazer com que o treinamento cumpra seu papel!

Seja prático

Ao falar sobre os custos de manutenção, você pode comentar, por exemplo, sobre a necessidade de que os motoristas informem à gestão qualquer alteração e usem os veículos nas marchas corretas para evitar desgastes prematuros.

Quanto à direção segura, é preciso informar os motoristas sobre a necessidade de que a sinalização seja seguida, reforçar o pedido para que eles conduzam com cuidado e com a distância pertinente de outros veículos e deixar claro os efeitos de não fazê-lo.

Engaje seus motoristas

Busque o comprometimento do colaborador mostrando a ele que o treinamento é uma forma de capacitação que o ajudará a melhorar questões importantes. É positivo que ele perceba que está colaborando para o aumento da rentabilidade da empresa — e consequentemente para a melhoria de suas condições de trabalho —, ao mesmo tempo em que garante a própria segurança e de outros motoristas.

Valorize as pessoas

Cobrar somente resultados sem considerar que atrás deles existem pessoas com as mais variadas necessidades, inclusive emocionais, é pouco eficiente. Envolva o colaborador com temas que o sensibilizem, abordando questões relacionadas à família, por exemplo.

Veja: caso sua frota sofra com custos oriundos de acidentes, você pode lembrá-los de que na casa de cada um deles está o motivo pelo qual eles pegam a estrada todos os dias — esposa, filhos e outros familiares. Direcione a reflexão para que eles entendam a importância de valorizar uma condução segura e cuidar também da saúde.

Finalmente, elabore um calendário de encontros com a equipe de acordo com a necessidade da empresa e mantenha a periodicidade dos treinamentos para um resultado verdadeiramente efetivo!

Gostou das nossas dicas para treinamento de motoristas em sua gestão de frotas? Deixe seu comentário neste post!

Precisa de uma ajudinha para organizar e estruturar melhor os treinamentos para motoristas da sua frota? Acesse www.softruck.com.br ou ligue para (031) 3234-2800.

Categorias: Comportamento motoristas gestão de frota condução segura direção segura treinamento de motoristas

Softruck

Mais populares

Posts Recentes